Fanático

| No Comments

(The Juggenaut)
Quando Cain Marko, filho de um pesquisador atômico, tinha dez anos de idade, seus pais se separaram e ele foi criado pelo pai. Tornando-se um jovem cruel e sem caráter, Cain continuou vivendo com seu pai, depois deste ter casado com a viúva de um industrial. A mulher tinha um filho adolescente e Marko sentiu um ódio gratuito e instantâneo pelo rapaz - o menino Charles Xavier (veja Charles Xavier) - tanto, que costumava maltrata-lo em toda e qualquer oportunidade. Desentendendo-se com o pai por questões de dinheiro, Marko usou explosivos químicos para criar um incêndio e destruir o laboratório de seu pai, montado na própria casa. Embora tenha conseguido salvar Marko e seu enteado das chamas mortais, o pobre homem morreu por inalação de fumaça. Marko continuou vivendo na casa com a madrasta e foi se tornando cada vez mais invejoso das conquistas intelectuais e atléticas do jovem Xavier. Alistando-se numa academia militar, Marko partiu para a Asia e lá descobriu uma caverna que ocultava o templo perdido de Cyttorak, uma poderosa entidade mística. Impulsivo, ele pegou um rubi brilhante do colo de um ídolo, onde havia a inscrição... "Aquele que tocar esta gema possuirá o poder das faixas escarlates de Cyttorak. Assim sendo, você, que leu essas palavras, se tornará para sempre um encouraçado humano". Marko se transformou pelo poder da jóia e, logo a seguir, foi soterrado sob toneladas de pedra, quando um bombardeio inimigo provocou um desmoronamento na caverna. Usando seus poderes, ele cavou sua saída e retornou à América para infernizar a vida de Charles Xavier e dos seus protegidos, os X-Men. O Fanático possui grandes poderes de natureza mística que ampliam tremendamente sua força e envolvem seu corpo com uma energia capaz de tomá-lo um verdadeiro projétil vivo. Quando começa a caminhar numa determinada direção, nenhum obstáculo ou força na Terra é capaz de detê-lo. Criado por Stan Lee em 1964, usa um capacete forjado com um metal desconhecido, encontrado na dimensão de Cyttorak. Com ele, o vilão pode resistir a qualquer forma de ataque mental.


Índice: ABCDESobre esse projeto

Deixe um comentário

About this Entry

This page contains a single entry by mushi-san published on February 14, 2017 12:44 AM.

Quotidianos: Henrique e o Arlequim (arte completa) was the previous entry in this blog.

"Resenhas" rápidas: Black Silence; Homem Máquina; Armada is the next entry in this blog.

Find recent content on the main index or look in the archives to find all content.

Pages

Powered by Movable Type 5.13-en