November 2014 Archives

Sexta foi dia de eu curtir a conjuntivite em casa e ver o povo surtar com o "teaser" de Star Wars VII. Pessoalmente. não me animei muito: apesar de ser fã de navinhas e aliens, olhando para trás, acho que das séries cinematográficas oitentistas De Volta Para o Futuro me marcou mais, e entre o material espacial "pop" disponível naqueles anos pré-internet e dentro de um orçamento familiar apertado, Patrulha Estelar e O Último Guerreiro das Estrelas fizeram mais estragos em mim.
Também me fez estragos as decepções que foram os episódios I à III - tão ruim que até eu fui jedi! - então assisti o trailer teaser com cara de nhé.
Ok, foram mais tela preta e areia que teaser, achei legal ter um negro logo de cara, gostei e me preocupei com a retomada de elementos antigos da série (só que de forma diferente) e assisti o mimimi no twitter sobre o sabre de luz exagerado que enfiaram. Achei nada demais, mas sei que a galera só vai cultivar ansiedades até o grande dia.

E na mesma tarde, morreu Roberto Gómez Bolaños, quase homônimo de um escritor, que tinha um personagem quase homônimo de um presidente que ficava em Caracas.
Gracinhas à parte, nunca fui fã de Chavez ou Chapolim, e quando li as opiniões pessoais de Bolaños, gostei menos ainda, mas é de se respeitar alguém que tenha feito a alegria de tanta gente. Apesar de tudo, o humor dele era só bobo, não nocivo - é o que temos de demais por aqui.


Assim, fiz essa gracinha pro twitter: para homenagear Bolaños, Star Wars VII terá um sabre de luz em formato de martelo do Chapolim:

Catei tudo na rede (frame do teaser, martelo do Chapolim, gerador de título) e fiz um misturadão em 10 minutos no fotoxop :) Ao menos devem reclamar menos do sabre de luz esquisito agora :P

Ontem, ainda com os olhos vermelhos que nem de coelho, fui na senzala entregar o atestado:
Chefe: "Pegou quantos dias?"
Em vez de responder, jogo cabelo na cara, ponho os braços pra frente e respondo com minha voz de possuído:
"SeVeN dAyS"
Chefe, rindo: "entrega logo esse atestado e volta pro fundo do poço, Samara"


(Esse sou eu, na vida real)

...estou com conjuntivite.

E não peguei da namorada, que estava até algumas semanas atrás.

(se bem que não sei se é bom dizer que peguei a -ite por outros olhos que não foram os dela....)

"Moço, que queria reeber o dinheiro tal"
"Esse benefício não existe, senhor"
"Mas na televisão tá dizendo que quem trabalhou sei lá quando tem direito ar receber..."
"Não recebemos orientação nenhuma a respeito, senhor"
"Mas como, se fala na televisão..."
"Senhor, a televisão não é o governo. Até parece ser, mas não é"



Senzalândia 2014
20102011-2013Senzalândia 18: normalSenzalândia 19: ondeSenzalândia 20: molhos misturados

Ingredientes:
• 1 xícara (de chá) de margarina (200g)
• Raspa de limão, a gosto
• 1 xícara (de chá) de açúcar
• 4 gemas
• 2 colheres (de chá) de essencia de baunilha
• ½ xícara (de chá) de maizena
• 1xícara (de chá) de farinha de trigo
• 4 claras em neve firme
• 3 maçãs médias em fatias
• ½ xícara (de chá) de uvas passas (100g)
• Canela em pó, a gosto
Modo de Preparar:
Bata a margarina com a raspa de limão. Adicione o açúcar aos poucos, as gemas, a baunilha, a maizena e a farinha de trigo. Misture bem e acrescente as claras delicadamente. Reserve. Disponha as fatias de maçã no fundo de uma assadeira retangular (pequena) untada. Espalhe as uvas passas e polvilhe com canela. Despeje a massa reservada e leve ao forno quente cerca de 40 minutos. Desenforme e sirva fria.
Rendimento: 12 a 15 pedaços.

Sobre isso de receitas no blog, leia aqui e aqui.
Aviso: Eu NUNCA cozinhei na vida, só estou digitando e postando ;P

P.S.: essa e as próximas receitas estão no caderno de minha mãe, mas não na letra dela.

"Senzalândia" é quando posto aqui causos que aconteceram comigo, ou testemunheio, ou simplesmente ouvi falar que aconteceu no meu emprego, vulgo "senzala"

2011:
• Senzalândia 15: feio
• Senzalândia 16: eu sou um doce de menino

2012: não teve senzalândia em 2012 :P

2013:
• Senzalândia 17: cartaz que gostaria de colocar no meu guichê

"O Quotidianos é um projeto de histórias ilustradas onde 10 escritores e 10 ilustradores tratam de quotidianos fantásticos, estranhos e insólitos em publicações online diárias." e agora sou um dos dez ilustradores, fazendo parceira com a escritora Simone Saueressig ;)

Minha primeira participação é no conto "Vírus"...


clique na imagem para visitar o conto - comentários sempre são bem vindos :D


Como o conto brinca com muito com alguns dos elementos da informática/internet nos nossos dias, achei lógico criar uma "arte" mais digital: as únicas coisas feitas à mão aí são a própria (é a minha :P) e o contorno dela.
As janelas são do Windows 2, que sei lá porque eu gosto do visual :P Também tentei imitar o jeitão dos antigos monitores de fósforo verde e por algum tempo pensei em fazer um espelho de parede (daqueles pequenos) com um cursor esperando o próximo comando, tipassim: C:\>_

"Senzalândia" é quando posto aqui causos que aconteceram comigo, ou testemunheio, ou simplesmente ouvi falar que aconteceu no meu emprego, vulgo "senzala"

• Senzalândia: a eterna luta entre os mal pagos e os sem noção
• Senzalândia 2: Eu e os desnumerados
• Senzalândia 3: interpretação literal de tudo
• Senzalândia 4: o por quê das coisas não chegarem
• Senzalândia 5: eu não sou bonzinho
• Senzalândia 6: por justa causa
• Senzalândia 7: Doc Brown ficaria intrigado
• Senzalândia 8: dos pensamentos maldosos
• Senzalândia 9: só faltou a cedilha
• Senzalândia 10: sacaneando os terceirizados
• Senzalândia 11: carapuça
• Senzalândia 12: ready for y2k?
• Senzalândia 13: moço, como preencho este documento?
• Senzalândia 14: familiar

About this Archive

This page is an archive of entries from November 2014 listed from newest to oldest.

October 2014 is the previous archive.

December 2014 is the next archive.

Find recent content on the main index or look in the archives to find all content.

Pages

Powered by Movable Type 5.13-en