"Resenhas" rápidas: O Inescrito: Tommy Taylor e o Navio que Afundou Duas Vezes ; Magias e Barbaridades

| No Comments

O Inescrito: Tommy Taylor e o Navio que Afundou Duas Vezes (de Mike Carey e Peter Gross): na última vez que falei de Inescrito, fiz numa notinha posterior: "Na verdade não é o volume final, tem mais uma graphic novel lá fora, contando sobre o passado de Tommy. Portanto, tecnicamente, a trama já acabou :P"
E eis que surgiu na banca a tal graphic novel, com capa dura e tudo mais, contando duas histórias paralelas: a história do pai de Tom, Wilson Tayler, desde que começou a escrever "Tommy Taylor e o Navio que Afundou Duas Vezes", o livro que viraria o primeiro de uma série de best-sellers, passando pela gravidez encomendada do filho homônimo... até a consolidação de seu sucesso e seus planos. Paralelo a isso, temos uma espécie de versão quadrinizada de "Tommy Taylor e o Navio que Afundou Duas Vezes", que é obviamente um Harry Potter genérico ^^ É essa a parte a mais legal do gibi, em que me diverti sinceramente mesmo sabendo que tinha praticamente nada de novo ali :P E é legal comparar o trio de garotos com as crias da Rowling, as semelhanças, as inversões de traços de suas matrizes.... x)
Já sobre a parte no "mundo real": além da trama original de Inescrito ter conseguido anular meu interesse para mim faz tempo, a história apresentada aqui não acrescenta nada de novo - é tipo a biografia do Ozzymandias (escrita pelo competentíssimo do Len Wein) frente ao que se sabe do personagem lendo Watchmen: é uma história que só organiza o que sabíamos dos fatos que passaram de forma solta, acrescentando emendas que não alteram nada o material publicado antes.

Veredicto: Só tem sentido se você já leu todos os volumes anteriores. Ou leia apenas a quadrinização de Tommy Taylor x)
Bom: O Harry Potter genérico!! :P
Mau: A capa dura desnecessária, além da transição entre as partes ser meio abrupta, jogado. Escritores melhores fariam de forma mais elegante.
• 160 páginas • R$28,90

Magias & Barbaridades volume 1: O Tomo de Edmund e Magias & Barbaridades volume 2: O Caminho da Guerreira (de Fabio Ciccone): Antes de mais nada, bom lembrar que M&B já foi uma das histórias publicadas no praticamente falecido MushiComics (nunca vou dar certeza que meu site acabou, projetos tem a mania de ressusitar ou retornar com roupagem nova sem aviso). No caso, é uma série de tirinhas onde Remmil ("um mago arrogante e incompetente") e Oc ("um bárbaro fã de Shakespeare")(as anotações entre aspas e parênteses estou copiando da quarta capa, são definições mais exatas do que eu conseguiria fazer :P) se juntam à Idana ("uma amazona renegada e um tanto atrapalhada") para descobrir o seu passado e viver diversas aventuras nos volumes da série.
Não tem muito o que falar além disso, o humor da série é leve, às vezes convida o leitor pensar. O site original das tirinhas não existe mais, era bem completinho e organizado, mas foi substituído por uma página naquela rede social que abaixa o QI da sua vida social em 10 pontos, o que é uma pena.

Veredicto: bom pra passar o tempo :) O formato de tiras seriadas é uma forma complicadinha de se contar histórias e o Fábio domina a técnica melhor que eu, por exemplo :P
Bom: O melhor de tudo é o Fabio ter voltado à produção - e com editora! - depois de um loo~~~oongo hiato em M&B. Ah sim, os volumes tem artes e histórias inéditas.
Mau: Coisice minha: eu acho as capas pouco atrativas, especialmente a anterior naquele tom de laranja/marrom. Mas mais grave para mim são as introduções: ok, a série é pioneira, mas enfatizam tanto isso no texto que dá a impressão que o único mérito de Magias & Barbaridades é o pioneirismo. E isso não é justo, muito menos convence o leitor a comprar.
Site oficial: https://www.facebook.com/magiasebarbaridades • 64 e 72 páginas (respectivamente) • R$26,00 (cada)

P.S.: outra edição autografada na coleção pra invejar as inimigas :P


outras resenhas:
Um Brasileiro Chamado Zé Carioca; O Inescrito: Apocalipse vol. 2: A Jornada; Como eu realmente... #2 (2016) • Combo Rangers: Somos Humanos e História e Glória da Dinastia Pato (2015) • Sandman - Prelúdios e Noturnos (2005) • Sandman: Os Caçadores de Sonhos (2001) • Filhos de Galagah (2010) • Bram & Vlad (2014)

Deixe um comentário

About this Entry

This page contains a single entry by mushi-san published on January 11, 2016 9:46 PM.

Quotidianos: Henrique e o Arlequim (IV) was the previous entry in this blog.

Tiamat is the next entry in this blog.

Find recent content on the main index or look in the archives to find all content.

Pages

Powered by Movable Type 5.13-en