October 2017 Archives


19mai16 - "oi"

No último post aqui no blog, no começo do mês, as notícias pareciam ser boas: as infecções pareciam estar cedendo e o único problema futuro era a pedra no rim. Mas Eibl parecia estar sempre cansado e uma semana depois do post, num dos retornos ao veterinário - em que Lia o deixava lá para pega-lo de volta de noite - ele ficou: estava com edema pulmonar.
E os médicos davam remédio, sempre subindo a dose, só que a água no pulmão não cedia. E assim mesmo, Eibl não se entregava: aceitava carinho da dona, brigava comigo, agarrava a comida favorita dele com toda a força que tinha. Era pouca, ele precisava descansar pra recuperar o fôlego, mas não desistia.

(Os médicos falaram que certa vez ele tava caído e tinha algo dentro da boca: proteína de soja, uma comida dura que só chinchilas e Maria devem gostar de comer. Tentaram tirar e tiveram de lutar com ele, "tira a mão, é minha!")

Só que quinta ele desmaiou, veterinários deram oxigênio, fizeram tudo o que podiam. Mas o que estava judiando dele, só agora, conseguiu vencer o poder de quase quatrocentos gramas de fofura e muito mais de personalidade :(

Naquela tarde, por volta das duas, três da tarde, senti um arrepio (e minha sala É quente). Lia diz que passou mal....

Hoje fui na Sé rezar e avisei para Deus: cuidado com a Tua mão, Eibl é fofo, mas morde forte :)


24fev15 - praticamente recém-chegado à vida da gente :3

Eibl entrou na minha vida porque minha namorada precisava de uma companhia tão fofa quanto ela no seu dia a dia. Ciumento, ele nunca foi com a minha cara. Cheio de personalidade, ele não admitia que tinha "dona", mas tinha uma amiga que volta e meia ele chegava junto, pedia 3 segundos de cafuné e saia pulando pela casa.
Eram pulos de mais de metro e vinte de altura, deixando Lia doida porque ele alcançava lugares onde não podia chegar, roía de tudo - a casa dela está cheia de marcas do safento para todos os cantos, até o logo do sine qua non ele roeu:


Fora quando ele se escondia e a dona tinha de ficar caçando ele até, literalmente, três da madrugada. Aí um ficava de mal do outro, mas logo ele tava pedindo cafuné pra dona, chegando o mais perto dela na gaiolinha.
Talvez ele tenha sido vítima de consanguinidade, de péssimo criador que faz cruzamentos sem distinção, talvez tenha sido só azar. Mas ele deu muita sorte na vida em ter uma dona maravilhosa que fez tudo o que podia por ele, mesmo cansada e sob estresse de emprego e doutorado. E, no fim, Eibl tinha muita vida, muita traquinagem, muita personalidade, muita safentice, demais para o corpinho dele, que não aguentou. Era uma estrelinha num corpinho fofo que não comportava tanta energia, que agora foi pro céu...
...e se vocês verem nuvens roídas, tenham certeza que foi ele.


18out17 - última fotinha dele


17out17 - com a dona, mas não largando da comida! ò_ó


03out17 - piratinha brincando de papagaio de pirata em meu ombro^^


03out17 - ele comendo maçã em paz e eu enchendo o saco dele (ele andava bem mais sociavel com a gente :| )

P.S.: Lia fez um texto contando tudo, poucos dias antes dele descansar: https://www.wattpad.com/482605310-di%C3%A1rio-do-eibl-vamos-falar-sobre-o-eibl
P.S.2: Para quem chegou agora, além do texto acima, eu fiz uma série de textos contando o que estava acontecendo desde que ele foi internado - partes 1 (que tem a maior parte da história, as restantes são atualizações), 2, 3, 4, 5, 6, 7.
P.S.3: Fizemos uma vakinha (http://quadr.in/eibl), arrecadamos algum dinheiro e vou esperar até o final do prazo para encerra-la: os médicos foram atenciosos, fizeram tudo o que podiam e merecem sua paga (até porque eles tiveram gastos com equipamentos e remédios). Talvez eu reflita esse valor na meta da vakinha o valor da fatura, que não saiu ainda. Qualquer ajuda é bem vinda, nem que seja uma mensagem carinhosa ou um abraço ou divulgação do link ^^


06jun06 - dormindo com o rabo (quebrado) para fora da gaiola :P


04mai17 - gordinho, de pelo limpo, fofo, curioso - é assim que a gente vai sempre lembrar dele

Sábado é: descer na Sé, seguir para viaduto do Chá, seguir pra estação República, ou vice-versa, nem sempre em linha reta. Às vezes estico pra Liberdade, passo na galeria de brinquedos velhos na Barão de Itapetininga, ocasionalmente subo no shopping Light e sempre estou olhando as livrarias e sebos que curto, mesmo que seja apertando o passo do lado de fora.

Mês passado, tive uma péssima novidade:




23 e 16set17 - mais uma livraria fechada :|


Na verdade, algo pior que outra livraria fechada: ali ficava a Siciliano, que quando criança volta e meia entrava, xeretava (e até comprava livros!). Era um dos meus lugares preferidos do Centro, mas confesso que quando conheci estabelecimentos melhores e maiores na Paulista (muito recomendo a semi-escondidinha Martins Fontes), acabei abandonando bastante. Mas ainda ia lá, começo do ano comprei ali o quarto volume de Terra de Histórias.

Agora não tem mais. Do outro lado da rua tem uma Loyola resistindo, com livros e santinhos (comprei vários ali). Espero que dure, já que o milagre de fazer as pessoas lerem tanto ao ponto de sustentarem livrarias e sebos (vi um fechando sábado passado, o Red Star, na José Bonifácio) tá complicado demais :|

E é uma pena que não tenha encontrado fotos da época que essa modesta e finada loja da Saraiva era uma orgulhosa loja da Siciliano. Ontem vi que vai virar mais uma lojinha de produtos baratos importados, outra no monte que tem naqueles quarteirões.

Anos atrás colega de serviço estava atendendo uma senhora oriental, com pintura de rosto meio estranha. E ela estava sem o RG, apenas cópia dele.
- O que aconteceu com o RG da senhora?
- Ah, sumiu, foi como mágica...
- Ah, foi rápido? Por que a senhora só pode ser atendida com documento original?
- Não, foi mágica mesmo. Tenho certeza que foi a estrelinha dourada de cinco pontas que levou.
- o.o
- A senhora tira a mágica do meu RG pra eu poder usar ele de novo?
- Ah, senhora, de mágica eu não entendo. Mas acredito que seja mais rápido ir ao Poupa Tempo (serviço do estado) tirar outra via.
- Então tá.
E foi embora.
(Parece que esta senhora, entre outras coisas, disse que tem muita gente mágica dentro do banco e queria saber que tipo era a tinta que pintou a estrelinha dourada de cinco pontas...)


Caros clientes: não são os gnomos q vão atualizar todos os seus documentos quando você muda de nome - isso é responsabilidade tua e terá de fazer um de cada vez. E de qualquer forma, eles nao trabalham pro banco, Papai Noel paga melhor.


Tempos atrás falei pras meninas da limpeza que se o tempo continuasse seco, colocaria uma bacia com água de baixo do guichê para umedecer.
- Para oferecer??
- Tenho cara de macumbeiro, é?
Nada contra, mas meu objetivo era puramente lógico, não místico.


Conversando com colega via IM:
- Amo clientes querendo puxar assunto quando quero concentrar em me livrar logo dele.
Fato: são os que mais ficam reclamando da fila enquanto não é vez de atender eles.
- Pior hein?!
- Ah, tem pior: cliente que canta musica evangélica baixinho tentando me pressionar a ser bonzinho com ele e ir pro céu.
A vontade é de olhar pra pessoa com olhar de psicopata e falar com voz de possuído "a meia noite levarei tua alma" ò_ó


Minha sala é quente (o ar-condicionado só decide funcionar no frio), meu guichê é o 6 e sá sugeri colocar mais dois "6" nele para combinar com o ambiente, os clientes falando e com meu humor.


No começo de ano:
- Por que agência tá cheia hoje?
- Iemanjá devolveu.
Tem dias que o trabalho parece praia depois de ressaca =_=


Colega desesperado no IM:
"To atendendo uma Rosemary... e ela tá grávida!!"

Nota: "trabalhar dá sequelas" é uma coleção de pequenas cenas e abobrinhas, com um tico de maquiagem às vezes, que acontecem no meu emprego :P (e sim, essa seção do blog mudou de nome, leia aqui porque.)

Trabalhar dá sequelas 2016
20102011-20132014201536: problema dos papel37: eu, avatar do bom-humor.38: é pra assinar?39: suicídio do governo40: extrato o quê????41: o atraso é puramente democrático

E no fim do ano passado seus amigos a buscaram em plena Paulista para um rolê na galáxia?

Olhem:




31dez16 - "dá um minuto que já volto", ela disse


(lembrando que a ela tem um manuscrito de mais de mil páginas que ela procura leitor beta, etc)

(Imperial Guard of Shiar)
A Guarda Imperial é uma legião de campeões superpoderosos do Império Shiar e serve como exército de elite para a Família Real. As fileiras de guardiões são inumeráveis, porém, somente um pequeno regimento deles conseguiu destaque até o momento. Criados por Chris Claremont em 1977, os principais guardiões são: Gladiador, Electron, Tormenta, Oráculo, Flamejante, Vetra, Astra, Duende, Mentor, Quasar, Titan, Sombria, Impulso, Magia, Garra, Hussar e Manta.


Índice: ABCDEFSobre esse projeto

Hora de atualizar sobre o chinchila pirata (não, ele não é sintético falsificado feito no paraguai) mais fofo dentro de 40 Unidades Astronômicas da Terra:
Sexta, depois de irmos ao Ipiranga e encontrarmos uma coca-cola de sabor esquisito que pouca gente sabe da existência, fomos ao veterinário onde Eibl está internado praticamente desde que voltamos ao Brasil. Veterinário trouxe ele e o ficamos adulando:


29set17 - ele me lembra muito uma capivara nessa foto

Cafuné vem, cafuné vai e o médico chega de surpresa para a dona do bicho: "ei, você não quer levar ele para casa não?". Os planos dela eram visitar os pais por dois dia, mas quem resiste a ter o bichinho de volta depois de tanto tempo? :D


29set17 - depois foi complicado pega-lo para colocar na gaiola de transporte

Hoje ela foi de novo levar Eibl para nova avaliação e parece que:
a) otite aparentemente está controlada.
b) parece haver gases de novo, ele já deu dois desmaios, além de crises de soluços.
c) a pedra nos rins continua pouco acessível e é o Grande Problema por vir :|

Se Deus quiser, ele só volta no médico segunda que vem, para retorno :)

Eibl, o chinchila de minha namorada está doente (chegando a perder um dos olhinhos no processo). Os custos com veterinários, remédios, transportes, cirurgias etc estão ficando altos e decidimos fazer uma vaquinha para tentar cobrir ao menos paret do rombo.

Cliquem aqui para colaborar: http://quadr.in/eibl. Caso queira fazer depósito direto na minha conta, me contate via mail (mushisanARROBAyahooPONTOcom) que passo os dados de contas, etc^^
(e agradeço aqui quem, mal divulgada, já ajudou com a vaquinha, seja em dinheiro, seja em divulgação =********** )

Para saber mais detalhes, no site da vakinha tem infos e fotos, as mesmas do primeiro post dessa série.


04mai17 - comendo petisco e olhando pra câmera

E, sério, caso você não possa colaborar com a vaquinha, divulgue nas redes sociais. Só o fato das pessoas se importarem já é de muita ajuda. E, claro, preces também são muito bem vindas!

(The Toad)
Mortimer Toynbee foi abandonado por seus pais ainda bem criança. Colocado num orfanato, o garoto era continuamente atormentado pelos meninos da sua idade, que o consideravam um monstro pela sua feiura e habilidade de saltar. Criado por Stan Lee em 1963, ao atingir a maturidade Toynbee foi descoberto por Magneto (veja Magneto) e recrutado para fazer parte da Irmandade de Mutantes (veja Irmandade de Mutantes). Magneto deu a Mortimer o nome de Groxo e o adotou para ser seu servo pessoal - um subalterno capaz de servir suas ordens sem nada questionar. Algum tempo se passou e tanto Magneto quanto Groxo foram capturados pelo alienígena chamado o Estranho (veja Estranho), levados para um mundo distante e lá aprisionados. O rei do magnetismo abandonou seu servo e fugiu. Como resultado, o ser disforme mudou sua atitude para com seu senhor. Aprisionado novamente, Magneto conseguiu fugir pela segunda vez do planeta do Estranho, só que, agora, levando Groxo, bastante ressentido. Assim que se encontraram longe do mundo, o anao rebelou se contra o poderoso mutante e associou-se à Feiticeira Escarlate e seu irmão, Pietro, quando ambos estavam separados dos Vingadores (veja Feiticeira Escarlate e Mercúrio)


Índice: ABCDEFSobre esse projeto

Quando comecei a fazer o texto sobre a coca laranja, achava que essa edição especial tinha saído sozinha no mercado. Aí fui fazer uma pesquisinha básica na internet e tive más notícias....

Sexta-feira, a última de minha liberdade (to de férias), era pra termos visitado o prédio do Banespa, ver a cidade do alto. Mas descobrimos que ele está fechado para visitação (até novembro, pelo que li, mas sem garantias), então mudamos nosso planos pra visitar o Ipiranga (o museu também está fechado, até 2022, sem garantias também) tirar foto do semáforo turístico de lá (estava!) e depois seguir para outros lugares.
Chegando lá, vi desses mercadinhos express que viraram praga na cidade, entrei pra xeretar (será que tem a outra coca-cola?) e não é que encontrei?


29set17 - minha cara de "me sacrificarei em nome da ciência"

Bom, experimentamos e... minha recomendação é que NÃO comprem. É sem graça, não tem gosto de limão (sequer tem quele gosto artificial de suco de pozinho) e também não tem gosto de coca-cola. Namorada, que odeia pepsi twist, diz que até esse produto da concorrência tem sabor melhor que essa aberração que custa mais caro :P

(o que não entendo até agora é porque todo restaurante insiste em colocar uma rodela de limão no refrigerante. E porque da coca-cola não ter feito sua versão "da casa" desse combo de forma correta)


Em tempo 1: queria muito essa latinha gringa pra minha coleção (2) :P

Em tempo 2: essa é fake

About this Archive

This page is an archive of entries from October 2017 listed from newest to oldest.

September 2017 is the previous archive.

November 2017 is the next archive.

Find recent content on the main index or look in the archives to find all content.

Pages

Powered by Movable Type 5.13-en