January 2004 Archives


Fotolog: Outro prédio, do lado do pátio do colégio.

Na Caminhada de São Paulo (é esse o nome do evento?) tirei algumas fotos de predinhos anônimos (para mim), mas com aquele um visual antigo que gosto. Esse é um deles ^^

Fotolog: Foto escura - evito fotoxopar fotos neste flog ^^ - mas é outra bolsa que marissel fez :)

Fotolog: Bam-bam usando a tartaruga como travesseiro ortopédico...

Com a palavra, o quelônio da minha casa:
- QUEM FOI QUE DEIXOU?!?!?
- Zzzzzzzzzz...

Fotolog: "mamãe quem fez" - parte n

Enfim, além de mim próprio, minha mãe vive fazendo coisas bonitas e legais, tipo esta bolsa e os quadros que fez em patchwork e já postei aqui

Fotolog: Um Mercúrio bem sisudo, lá perto do pátio do colégio :P

Fotolog: Mais um desenho antigo de Caverna do Dragão ^^

(um dos mais pixelizados que já fiz ^^)
(e prometo fazer desenhos novos pra por aqui, em breve...)

SP

E gosto de Sampa. É onde me criei, é onde conheço cada canto do seu centro, é onde estão a maioria das minhas referências da vida :) Cidade enorme, complexa, cara, mas onde você acha de tudo em seus sebos, mercados, aqui tem lojas especializadas em todas as especialidades.
Tímida, não se mostra fácil para quem chegou agora. Por ser antiga e nova ao mesmo tempo (até os idos de 1850 aqui era uma cidadezinha de poucas dezenas de alma), tem poucos e escondidos segredos históricos se a gente for comparar com o Rio ou Salvador, mas tem.

E é claro, a gente fala direito. Não fica pondo X no lugar do S, nem chamando cobrador de trocador, ou chamando póça de água de pôça de água. Mas perrrcebí que paulistano fala uns RR mais esticado, mas nem tanto que nem o interiorrrrrrrrrrr do estado =p

1 - Me lembrem de fazer um post sobre o Rio em março.
2 - Por sinal, tem dias que dá vontade de mudar de cidade. O Rio tem mais feriados que aqui -_-
3 - E qual a graça de ter feriado de aniversário da cidade no domingo?? -_-''''''''
4 - Mas o que mais gosto da cidade do outro lado da Dutra é o sotaque engraçado deles, não é merrrrmo? :P

Non ducor, duco


Fotolog: Non ducor, duco!

Mais pra experimentar PHP que pra comemorar mesmo, fiz um template "especial" pro blog comemorando o níver da cidade.
Ia por este fundo aqui:



...mas ficou poluído demais, então fiquei mesmo com os azulejos tradicionais :)
Quando é o aniversário do Rio mesmo, P-chan e Akane?


Fotolog: Mais uma arte antiga ^_^`

Vocês já assistiram O ÚLTIMO SAMURAI?

NÃO??

Então o que vocês estão fazendo aí sentados???? O__O

(Sério, passei mal. Estava esperando alguma coisa meio puxa-saco de americano, mas... o filme é um épico no melhor sentido da palavra. Apesar do uso de clichês -- e ele usa MUITOS -- AINDA ASSIM consegue surpreender. Você prende a respiração até o último segundo. MUITO MUITO BOM.)


Fotolog: Aproveitando a onda de comemorações, um lugar que já mostrei aqui: o Pátio do Colégio, onde São Paulo começou há 450 anos ^_^ Do prédio original, parece que tem nada, pra variar. Infelizmente, até por causa do tamanho da cidade antiga, não tem muitas construções realmente velhas na cidade.

E parece que nessa foto quebrei a maldição de tirar fotos daí e "cortar" a torre... ^^

Fotolog: Branco demais pra tomar banho de sol...

Essa é uma cena que não vai acontecer mais. Estão construindo um prédio do lado da minha casa e taparam todo o sol que nossa casa recebe nas parte da tarde u_u

Fotolog: Bam-Bam, oras :)

Fotolog: Boris, a ovelha que late: sempre vigilante.

"Numa noite Sam saiu do estúdio e encontrou seu mestre com uma aparência bastante estranha. Estava muito pálido, e seus olhos pareciam ver coisas distantes.

- Qual é o problema, Sr. Frodo?

- Estou ferido - respondeu ele. -- , estou ferido; isso nunca vai sarar.

Mas então ele se levantou (...) e no outro dia ele estava normal de novo. Foi só depois que Sam se lembrou (...) Dois anos antes, naquele dia, estava escuro no vale sob o Topo do Vento."

Às vezes penso sobre como certos sacrifícios são feitos; sobre como vamos, voltamos, lá e de volta outra vez, e o que carregamos conosco, as marcas que nunca se apagam.

Não há esperança para certas velhas cicatrizes; não há esperança de cura e vida normal novamente.

Algumas feridas, não só as feitas pelas lâminas dos reis-bruxos, jamais saram. E tudo que podemos fazer é nos acostumar com a dor que adormece porém volta; só podemos fechar os olhos e pedir para que ela vá embora logo novamente.

Apenas respirar fundo e se acostumar de que ela está lá, e que lá estará.


Fotolog: Pinacoteca, do lado da Estação da Luz.

Na minha única visita lá (bem acompanhado), a luz caiu e não vimos praticamente nada ¬¬

CORRAM!! TODOS!!

http://animepro.com.br !!!

Lado esquerdo, em DESTAQUES!

YAAAYYY!!!


PS -- Pra quem não sabe, o mangá citado, MERCENÁRIO$, é o projeto meu e da Fran ^_^

ATUALIZAÇÃO DO DIA 22/ 1/ 2004 -- Agora que o link saiu da parte de Destaques, está nos artigos do dia 17/ 1/ 2004. Obrigada!

Vocês já leram Stardust?

E Coraline?

Não sabem o que estão perdendo.

PS -- Noites Sem Fim é legal também, mas não achei tão f*d@ quanto disseram.


Fotolog: "Tem cabelos loiros e espetados..."

Não, Raquel não é super-saia jeans :PPPPPP


P.S.:(sim, to com preguiça de escanear, e daí? :P)
P.S.2: http://gardenal.org/~heya

Fotolog: Dinossauro em ação.

Fotolog: Um "crossover" entre RayEarth e Caverna do Dragão. Quando vi o desenho das Guerreiras Mágicas pela primeira vez, achei a personalidade da Marine/Umi semelhante ao do Erik, aí fiz este desenho. Hoje não acho que ele não tem muito a ver, e o americano de escudo é um personagem mais legal que a japonesa de cabelos azuis =p

Desenho velho, tão velho que faz cinco anos amanhã :o) E tosco também, tá cheio de liquid paper...

Tava tentando ficar quieto alguns dias pra não ter ímãs meus na geladeira pelo menos uma vez na história, mas tem coisas que não dá pra evitar comentar:

piloto da American Airlines cumprimenta os funcionarios do aeroporto na foto

Ou melhor, no comments.
Ê povinho...


Fotolog: Subindo....

Prédio do Banespa (di novu, di novu), escadaria pra sacada da torre^^

Fotolog: Mais Raquel - leiam, leiam, leiam!! Link ao lado - ilustração feita pra página antiga.

Preciso atualizar a nova :P


Curioso: comprei scanner novo e to com uma preguiiiiiiiiiiiiiiiiiiiça de usar ele, to preferindo por aqui desenhos que já estão na rede :P

...

Como explicar como pode doer tanto em si mesmo tomar certas atitudes, principalmente quando diz respeito a pessoas de quem a gente gosta tanto? >_<

Nem dá pra explicar.

Atualização de madrugada: Espero que tudo fique bem, de um jeito ou de outro...


Fotolog: - Zzzz...
Toc toc.
- Quem é?

E assim como o prometido, após 13 dias de embromação e falta de coragem para escrever... apresento RdR!! (Nao o Retorno do Rei, mas o Relatório do Reveillon!) que não escrevi diretamente aqui por ter um contingente realmente grande de caracteres e informações inúteis, preferindo deixar um link para os que realmente não estão achando algo mais interessante para ler na net.

(Ou, para uma melhor visualização, clique aqui.)

E vamos fingir que ficamos todos muito interessados por isso e ir para o próximo post ;)

Obrigada. ^_^()

Decidido meu próximo cosplay!


Fotolog: Mais uma imagem da Catarina, personagem minha. Foi minha primeira ilustração que fiz pensando em fazer uma camiseta (e fiz :P)

Pra quem não conhece a personagem, ela aparece nas histórias da Raquel, aqui: http://gardenal.org/~heya/

Preocupações à parte, esse novo filme do Peter Pan parece fascinante e encantador. Preciso assisti-lo.

Peter Pan é um exemplo maravilhoso da fantasia "à moda antiga", como gosto de chamar os tempos em que histórias de ficção eram inventadas sem precisar se ater a regras ou universos de criação extremamente delimitados e pré-definidos (que começou com o gênio de Tolkien e desacambou pro tedioso dos universos copiados-do-copiado-do-copiado do RPG, em que tudo é medido por números e regras, e que o pessoal insiste em verter para as histórias deixando tudo "mecânico" demais, ao meu ver).

Aliás, para quem tiver a oportunidade, procure ler o livro de J.M. Barrie que conta com um brilho, uma genialidade e até uma ironia geralmente não vista em livros infantis -- principalmente os da virada do século -- cujas qualidades foram completamente eclipsadas pelo medíocre Peter Pan da Disney, que transformou um garoto selvagem e praticamente o avatar da infância em toda a sua crueldade, num garoto com ares de pré-adolescente e roupa de ajudante de Papai Noel (não nego que adorava o Peter Pan da Disney quando criança, mas após conhecer o livro e entender o que verdadeiramente Peter Pan significa, o desenho praticamente foi deixado de lado por mim).

Esse filme parece ter compreendido bem todas as questões importantes que Barrie colocou em sua história e seus personagens, que é muito mais sobre "não querer crescer." A selvageria, a melancolia e a nostalgia de que se trata a história aparentemente estão lá para serem descobertas.

Estou francamente curiosa. Vai ser uma grande decepção se não for o que está parecendo ser.

Conhece aquela história de dinheiro que você esquece no bolso da calça? Aconteceu aqui. Com o adendo que o Bóris ainda mastigou em seguida ^^'''


E comprei scanner novo. E o velho já tem dono, apesar da sua extensa lista de defeitos. :P
e tem coisa mais idiota que o comercial novo da Nova Skin?

Sou bem pragmático quanto a quadrinhos no Brasil: não vende a não ser que esteja relacionado a outra coisa, seja a um universo consolidado em priscas eras quando o mercado era diferente (Marvel/DC), ou a um site na internet (ComboRangers, que veio do falecido Putaquepariu) ou ua ma revista de RPG (Holy Avenger) ou qualquer outro exemplo que vir a calhar. Se não tiver uma base de leitores importada de outra comunidade, tanto a melhor história quanto a pior história vão terminar em fracasso de vendas da mesma forma.

Pessoalmente, acho que Holy Avenger acertou em encontrar seu público - não vou discutir o mérito das histórias e personagens, havia edições em que praticamente nada acontecia - : os editores divulgaram para os leitores que já haviam na Dragão Brasil, e os fãs de anime. Souberam aproveitar o momento no mercado e duraram o que durou. Só ainda acho que não souberam aproveitar a inércia e não lançaram outros títulos, ampliar este mercado, e quiçá, aumentar os estilos de história. Medieval fantástico é legal, mas ninguém aguenta tomar só sorvete de chocolate o resto da vida. Talvez ficaram praticamente apenas em HA por medo de apostar tudo e perder o pouco que tinham.

Quadrinhos é religião pra muito poucos, mesmo entre os fãs mais xiitas de mangá ou super-heróis, se for pra pensar em "base de leitores de quadrinhos", é minúscula mesmo. Mas se for em base de leitores de mangá ou de RPGistas ou de qualquer outra comunidade que arriscaria comprar algo relacionado ao que gosta, deixa de ser minúscula.

Se for pra atingir um público grande, uma história tem de essencialmente divertir, servir de escape mesmo, mas não necessáriamente precisa ser débil-mental. Um bom escritor sabe transmitir uma mensagem - sejam seus pontos de vista sutilmente colocados numa única fala de um personagem secundário ou o tema da história toda - sem deixar a história que deveria divertir com gosto de óleo de fígado de bacalhau. E também sabe escrever uma história de trocentas páginas sem mensagem alguma, mas que até o leitor mais exigente vai dizer no final: putz, gostei.


Fotolog: Prédio do Banespa, visto de baixo

Se não me engano, desde a semana passada é permitido visitar a torre lá no aaaaaaaaaalto nos sábados e domingos. Pra quem gostaria de ver Sampa de cima, recomendo :) (depois volto a postar outras fotos que tirei de lá)

Recentemente ouvi de um profissional em quem costumava até tempos atrás ter muita confiança e cuja opinião era muito valiosa para mim, que "eu deveria deixar de fazer quadrinhos".

Não preciso dizer o quanto isso me abalou e me deixou entristecida, ainda mais vindo de quem veio. Mas como naõ sou daquelas pessoas que simplesmente descartam uma opinião só porque me entristecem, perguntei o porquê.

"Você está muito magoada, com o coração muito pesado. Não vai curtir fazer suas HQ´s e por conseqüência o público também não vai se divertir ao lê-las".

Embora eu tenha respondido a essa pessoa que fazer HQ´s faz parte de mim, que não quero abandonar esse aspecto da minha vida, e que como teimosa que sou, só iria desistir depois de ter dado a última cabeçada na parede -- confesso que fiquei sensibilizada e bem mais insegura. Será que está certo eu estar insistindo nisso? Será que meu trabalho está realmente bom? Será que eu não deveria me afastar mesmo?

Ao mesmo tempo, penso se não é justamente quando estamos com o coração mais pesado que devemos nos ater às coisas importantes para nós. Quando não temos mais nada a perder é que damos tudo o que temos. Ou até mesmo nos envolvemos com mais coisas pra ter com que se ocupar, pra não deixar pensamentos tristes invadirem a cabeça.

Mas que será mais certo? Se agarrar ao que é importante para tentar se salvar... ou reconhecer quando é a hora de se retirar, para não prejudicar a qualidade do que você faz?

Dúvidas... dúvidas... dúvidas intermináveis.

este blog é:

This site is certified 32% EVIL by the Gematriculator

ou

This site is certified 68% GOOD by the Gematriculator

Hoje fui no Fnac e ganhei meus presentes de natal atrasados: Sandman -- Noites Sem Fim, As Aventuras da Liga Extraordinária e de quebra paguei do meu bolso uma biografia dessas bem qualquer coisa sobre a J.K. Rowling, mas que ainda assim traz as informações que e gostaria de saber sobre a mulher.

Por mais incrível que pareça, por enquanto eu só folheei o Noites Sem Fim e deixei a Liga Extraordinária meio de canto, porque já li e só comprei pra ter mesmo. Minha atenção acabou se fixando mesmo na biografia da Rowling, que me atraiu na livraria por alguns detalhes curiosos que foram o fator decisivo para levar o livro (que na verdade, era bem baratinho).

Desde criança Rowling gostava de escrever. Adorava ler e quando criança era alvo de chacotas e brigas de turma. Assim como eu. Na adolescência, tornou-se mais popular, uma espécie de "rebelde oculta" -- assim como eu. Entrou na faculdade sem ter muita certeza do que queria, e acabou tornando-se professora, a princípio tímida, mas depois cheia de vontade de criar coisas novas e interagir com os alunos -- assim como eu. E além de ter tido diversos desastres em sua vida amorosa e ter enfrentado momentos de depressão, nunca deixou de lado sua capacidade de sonhar e criar mundos imaginários. Assim como eu.

Ela acabou por se transformar no fenômeno literário que se tornou, sendo responsável por trazer á uma geração inteira de crianças órfãs de histórias realmente boas, o interesse pela leitura.

Não tenho sonhos tão altos, nem certamente procuro dizer que serei uma Rowling um dia, mas é algo consolador descobrir que alguém como você pode ter tantos pontos em comum com uma pessoa que você tanto admira -- principalmente para alguém que tem enfrentado e ouvido as coisas que enfrentei e ouvi recentemente.

De algum modo, é curioso.

Mais divagações seguirão depois.... quero continuar a leitura.


Fotolog: Outro desenho que fiz pro meu site de Caverna


(finalmente consegui postar, putz...)

Eram quase duas da tarde, e eu estava enrol...err... trabalhando, quando o alarme dispara, estridente e chato como sempre. Uma vez dispararam o alarme silencioso e não perceberam até três viaturas da PM chegarem. Dizem que a bronca na gerência foi feia, e a carcada que a gerente deu na responsável pelo alarme também não foi light. Calejado, nem dei bola... até ver a fumaça sair dos exaustores:

Pensamento meu: "legal, pegou fogo em algo e vou pra casa mais cedo!! \o/"

Chamo a colega do lado, que parece "desligar" quando conversa com clientes... nem tava vendo o fumacê que tava virando o saguão.
- Silvana..
Ela não presta atenção.
- Sil...
Necas.
- Silvana, a agência tá pegando fogo. (isso mesmo, falei sem uma "!" no fim da frase)
- O.O Quê?!

Atendo o cliente que tá no meu guichê correndo ("vou pra casa mais cedo! vou pra casa mais cedo... e com sorte, pega fogo na documentação que fiz errada"), preparado pra sair. Ninguém sai da fila. Gerência não manda evacuar a agência. A aposta era que o ar condicionado finalmente estivesse fazendo algo útil e entrou em combustão.

Ponho minhas mensagens no tagboard:
mushi@senzala @ 13:59: TÁ PEGANDO FOGO NA AGÊNCIA!!!
mushi@senzala @ 14:00: TÁ PEGANDO FOGO NA AGÊNCIA!!!

Chamo o próximo cliente. Surreal isso.

De repente, explicam o que aconteceu: nada tava pegando fogo. A anta do técnico da procomp foi arrumar os cash dispenser e não apertou a senha da sala. O alarme disparou *e* soltou fumaça, que é pra desorientar um possível ladrão. O cara continuou na sala como se nada estivesse acontecendo...

E lá se foi meu sonho de sair do banco mais cedo numa sexta feira e ainda ter uma emocionante história pra contar na geladeira^^


Em troca, fica essa coisinha morna com meu estilo autista de descrever as coisas ¬¬

Membro do blog que não vou dizer quem é está aqui

(AT Field: Full ) (apesar de eu não ter culpa nenhuma disso...^^)


Fotolog: A foto tá péssima, mas é a única do Bóris com seu novo corte ¬¬

(minha mãe pegou e tosou o bicho ela mesma..... o Bóris tá medonho medonho... ¬¬)

Eu sei. Desapareci, a mensagem de ano novo que postei foi roubada de uma amiga e ainda fiquei devendo o RdR (não o Retorno do Rei, mas o Relatório de Reveillon) porque foi a primeira virada de ano realmente inusitada da minha vida.

O problema é que está chovendo trabalho e problemas em cima da minha cabeça oca, e parece que assim será até o meio de fevereiro. Yay me.

E eu só vou dizer uma coisa:

EU ODEIO MAL-ENTENDIDOS QUE FAZEM COM QUE VOCÊ SE SINTA MAL, MESMO QUANDO VOCÊ SABE QUE NÃO COMETEU NENHUMA FALTA, SIMPLESMENTE PORQUE ALGUÉM *QUER* ACREDITAR QUE VOCÊ COMETEU -- E DE PROPÓSITO.

Argh >_<"

Aha, sabia que alguém ia achar essa música pra mim... :D

Machismo do comercial a parte, a música era legalzinha, *e* era obscura, não achava o nome dela em local algum ¬¬

Tks, Hanata


Fotolog: Desenho que fiz anos atrás pra minha página de Caverna do Dragão:
http://welcome.to/caverna . Acho que foi a primeira coisa que escaneei e fotoxopei em casa ^^`

a página tá parada, mas pretendo ressussitar algum dia antes de 2099, de preferência não sozinho.

Que tal isso? ^^''


Fotolog: Funcionário novo do banco!!!


(falando sério, boneco em frente à Comics, uma das comics shops da cidade)

Alguém percebeu o milagre do servidor não ter caído hoje?

(ainda)

"As séries cinematográficas Harry Potter e O Senhor dos Anéis vão ser parodiadas em uma nova comédia da MGM. O estúdio vai produzir o filme Henry Bates and the Sorcerers Balls, cujos personagens serão Bobbits (elfos que estão sob um feitiço sexual), o mago Gandolfini (uma piada com o mago Gandalf, interpretado por Ian McKellen, e o ator James Gandolfini, do seriado de TV Família Soprano) e o mágico malvado Enron. O menino Henry Bates freqüenta a escola St. Buggerers Academy for Boys and One Girl e sai em uma aventura pela Terra do Middlefinger "


Por sinal, não vi O Retorno do Rei ainda...
Nem Matrix 3
e acho que só eu uso o campo "Primary Category" nos posts do blog :P


Fotolog: Foto da região aqui perto... atrás da antena parabólica^^

- Estudar pro vestibular (só me faltam duas coisas: decidi que curso e pegar apostilas...)
- Fazer algo com HQ, nem que seja fanzine de um número só.
- Trocar de servidor se ele continuar caindo assim até o fim do mês ¬¬
- Fazer algo com HQ, nem que seja fanzine de um número só.
- Terminar de arrumar meu quarto. Ou chegar aos 50% ao menos.
- Fazer algo com HQ, nem que seja fanzine de um número só.
- Fazer concurso, sair do banco. Tudo pra começar a reclamar de algo novo pra variar.
- Fazer algo com HQ, nem que seja fanzine de um número só.
- Por fundos musicais em mp3, cursores animados, animações em flash e essas coisas pesadas pra caraca no blog >:) *brincando*


Fotolog: Janela do meu quarto.
Janela da cozinha.
Caixa da Tartaruga

São Paulo

Click for Sao Paulo, Brazil Forecast

Rio de Janeiro

Click for Rio de Janeiro, Brazil Forecast


Fotolog: Isso tava na porta do arquivo do banco.... acho que continua lá ^^

Sábado é dia de tirar fotos (poucas) e de fazer algumas comprinhas: completei minha coleção de DC 2000, fui na comics namorar a miniatura de DeLorean voadora que tem a venda lá (mas desisti de comprar por causa do preço, quase 200 contos) e comprei mais uma caixa de plástico pra guardar meus gibis.

Calma que não vou ser soterrado vivo por elas, tá tudo ao nível do solo....


Fotolog: Mais uma imagem pra lembrar que estamos entrando no ano :P

(uma das portas da Catedral da Sé, acho que indo pra cripta. Nunca fui lá -_-)

testando por cores nos post-it... :)


Fotolog: São meus votos de que 2004 seja um ano de realizações e de boas *reformulações* ^_^

(sem ter necessariamente uma Crise pra isso...)

Eita, que todo mundo já deixou mensagem de ano novo! Tou atrasada!

Mas como eu estou quebradíssima depois do primeiro reveillon realmente animado da minha vida (relatório divertido coming soon), só pra não deixar em branco vou deixar um texto da minha amiga desde os tempos de colégio, Yardena Sheery (não, assim como o meu nome, também não é nick), que tem uns pensametos muito interessantes que são bons demais para restringir só ao círclo de amigos dela.

Here we go....

2003 -- A Revolta Final

(Yardena Sheery)

Se você espera que eu deseje um ano novo cheio de harmonia, paz e prosperidade, ou melhor, se você espera que a vida, o destino ou a sorte lhe tragam isto, pode esperar sentado. Aliás, se a vida, o destino ou a sorte lhe trouxessem isto você nem ia perceber porque você nunca parou pra pensar no que isto significa... ou no que isto muda sua vida.

Ao invés de falar de tudo isto que você já se cansou de ouvir eu vou desejar uma coisa simples.

Mas não se iluda porque para entendê-la é preciso passar por um complexo processo de eliminação de cada conceito, de cada significado e de cada palavra que você não descobriu sozinho, mas que foi ensinado junto com um monte de outras coisas, assim como usar o peniquinho. Você vai ter que se esquecer de cada regra de etiqueta que não entende, de cada hábito que não faz o menor sentido para você e de cada superstição de ano novo. Aliás, esqueça que é ano novo, depois de um dia sempre vem outro, essa história de que precisamente à meia-noite de 31 de dezembro começa uma nova era é outra coisa que ensinaram no mesmo dia que sua mãe mostrou como se deve lavar as orelhas.

Pensando bem, eu não vou desejar nada... sinceramente eu não tenho o poder de fazer as coisas acontecerem na sua vida. Acho que no lugar de desejar eu vou mandar você procurar sozinho porque se trata de uma coisa que só você pode dizer o que é, e pior, só você pode encontrar. Aliás, se tem uma coisa que eu posso realmente desejar é que você deixe de acreditar nesta história de que nada é por acaso e comece a fazer sozinho as coisas acontecerem.

Então, agora que você percebeu que esta é sim uma mensagem de ano novo, mas que o ano novo pode ser qualquer dia, que muito do que você acredita você nunca experimentou e que o certo e o errado dependem só de como você enxerga as coisas, tudo o que eu quero agora é que você vá perseguir todos os seus desejos...

Este é o momento em que quero mandar, cada uma das pessoas que eu adoro, procurar por aquele momento, aquela lembrança, aquela sensação que faz você ver que a vida vale a pena, que completa todas as suas expectativas, que faz você enxergar o céu mais azul, que deixa mais vermelha a boca do seu amado... Eu quero, que daqui para frente você persiga, incessantemente, aquela coisa que ninguém ensinou, mas que todo mundo já comentou e é conhecida vulgarmente pelo nome de felicidade. Claro que neste ponto você já sabe que a maneira como ela é chamada já não importa mais, dentro de você ela pode até ter um novo nome como munga-zunga, o que faz diferença é você se despir de todas as histórias da carochinha, de todos os mitos e principalmente de todos os preconceitos que envolvem esta que é a primeira e única busca do Homem e de fato fazer acontecer.

Portanto, se realmente faz alguma diferença mandar uma mensagem no dia 1º de janeiro ao invés de mandá-la em 19 de agosto, o que eu quero passar é que você escolhe seus caminhos, seus desejos e seu destino. Só você sabe o que completa sua existência, e só você pode buscar isto. No lugar de fazer um monte de desejos pré-fabricados eu vou desejar para você todos os seus desejos, e vou fazer questão de, durante todos os 365 dias do ano, cobrar de você a realização de cada um deles.

1º de Janeiro de 2004.

mushi-san @ 1/1/2004 16:09: feliz ano novo!! \\o/


Fotolog: - Já acabaram os fogos??
- Acho que a gente já pode sair do nosso esconderijo....


PS: FELIZ ANO NOVO!!!!

Antes de qualquer coisa:

FELIZ ANO NOVO!
Não vou entrar em ranhetices de que o tempo é relativo, cada povo tem seu calendário (até mesmo entre os cristãos há dois calendários diferentes), que enfim, é só uma data, não existe transição para uma fase nova da vida à meia-noite de hoje.
Talvez isso tudo acima seja verdade dos fatos, mas somos humanos, não somos máquinas :) Vivemos de símbolos e desejos, não de números e precisão, e subjetivamente toda virada de ano é um recomeço.
Assim, eu desejo pra todo mundo que participa desta geladeira com azulejos azuis - tanto pro Nabeshin, pra Akane, pra Petra e pra abduzida da P-chan, quanto para todos vocês que comentam aqui e também pros que apenas lêem a gente (o robozinho do google incluso) - um ano novo cheio de felicidade, saúde e realizações, escasso de problemas e chateações. Que tudo se resolva em 2004, que todos os nós se desatem para um 2005 mais feliz ainda, que por sua vez prepare um 2006 e assim por diante :)

[Sou ruim pra escrever estas coisas, mas fazer o quê? Trabalho sexta :P]

About this Archive

This page is an archive of entries from January 2004 listed from newest to oldest.

December 2003 is the previous archive.

February 2004 is the next archive.

Find recent content on the main index or look in the archives to find all content.

Pages

Powered by Movable Type 5.13-en